As Crônicas do Gato: A internê, a bruxa e os e-mails

Indo na mesma direção da já finada SEMBAR (clique aqui para descobrir do que estou falando) inauguro aqui mais uma historinha ainda sem fim.

Desde os meus tenros cinco aninhos, sempre quis ter um gato. E cresci frustrada porque mammy nunca iria permitir um bichano lá em casa. É claro que quando minha irmã do meio ganhou um pooddle terrivelmente irritante, pequeno e branco, aí tudo bem. Mas a Elisa, ter um gato? Nem pensar. Quando você tiver a sua casa, tudo bem, mammy dizia.

Pois bem, agora eu tenho a minha casa. Achei que seria muito fácil arrumar o bichano.

A primeira dificuldade esbarra nas minhas exigências: eu quero um filhotinho todo preto ou cinza. Se preto, irei batizá-lo de Túrin Turambar; se cinza, será Gandalf, the Grey [/nerd pride]. Guardem as risadas pra quando eu contar qual será o nome dos três filhos que pretendo ter.

Bem, como eu não tenho coragem de ir na Suipa (porque sei que vou chorar e vou querer levar todos os bichos que estiverem lá, com aqueles olhos tristonhos), pensei: por que não procurar na internê? Encontrei vários sites, blogs e flogs, comunidades no kuti-kuti e mil pessoas ansiosas para ajudar essas pobres almas à procura de uma companhia felina.

Eu disse “ansiosas para ajudar”? Deixe-me reescrever: ansiosas para te encher o saco.

Primeiro: burocracia. Cheguei a trocar uns vinte e-mails com uma determinada pessoinha, até receber um não bem bold na minha mail box. Aquela maldita >_<

Segundo: a dificuldade para encontrar um gato preto ou cinza. Cinzas, não vi nenhum; os pretinhos que apareceram sumiram como fumaça. Parece que outras pessoas sofrem da minha mesma obsessão.

Até que, depois da última decepção, meu amoreco deu a resposta final:

_ Vamos no Campo de Santana no domingo e adotar o maldito gato.

_ Não fale assim do Túrin, amor.

_ Que seja!

Então pessoas, rezem por mim. Se tudo der certo, neste próximo domingo eu já serei a feliz mãe de um gatinho.

Anúncios

Autor: Lis

A wicked witch.

Um comentário em “As Crônicas do Gato: A internê, a bruxa e os e-mails”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s