Da amizade

Eu vi minha vida passar diante dos meus olhos

Eu senti o sopro do Desespero em meus ouvidos

Eu ouvi o doce murmurar da Morte

Eu provei do amargo beijo da Solidão

Eu chorei por mim, por tudo, por nada

Eu gritei – e alguém ouviu.

E me fez ver, e sentir, e ouvir, e provar novamente.

– – –

Amizade é loteria, é pura sorte, é um tiro no escuro. Eu posso dizer que acertei ^^v

A todas as minha amigas, as verdadeiras, as eternas, as minhas irmãs por opção, eu dedico esta poesia ruim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s