Father Figure

Seu avô. Aquele que lhe molhava as chupetas no vinho tinto do Porto, acordava às 5hs e ligava o rádio. Tomava um gole de Velho Barreiro enquanto esperava a sopa de ontem esquentar – e a tomava religiosamente com um pedaço de pão dormido.

Seu pai. Ausente, e ainda assim inexplicavelmente próximo. Você é igual a ele, sua mãe dizia. Igual nos acertos e nos erros. Um espelho difícil justamente por ser tão igual à realidade. Ausente, mesmo quando estava presente. Aquele que só dizia que a amava quando estava bêbado.

O pai segundo. Chamava-o assim desde criança. Austero, correto demais e presente, mas não era seu. Nunca o seria. Ele era da irmã.

Seu padrasto. Reservado, tímido, um mistério a cada palavra. Ele se desvendava aos poucos, e aos poucos também se escondia. Até que numa noite qualquer, os olhos vidrados no computador, ele despejou sobre ela o quanto eles eram parecidos.

E ela passou a amá-lo um pouco mais.

Anúncios

Autor: Lis

A wicked witch.

3 comentários em “Father Figure”

  1. Realmente lindo! Recentemente, sábado passado para ser mais exato, ganhei mais uma figura paterna. O sogro da minha irmã me disse que a considerava filha dele, e eu também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s