Lareine – Fierte no umi to tomo ni kieyu

Party people, prestem atenção: não é uma música. É um texto. É um texto com falas. É quase um texto de teatro, e pelo que pesquisei na internet, Kamijo realmente encenava essa parte juntamente com uma atriz.

Deu trabalho, está uma bosta, mas faz tempo que não traduzo nada e senti necessidade de fazê-lo hoje. Enjoy.

Versão romanizada (e com tradução em inglês, se quiserem comparar) aqui.

E se alguém me der uma melhor tradução para fierté, favor entrar em contato 😉

– – –

フィエルテの海と共に消ゆ

あなたが…僕? あなたが… 前世?
どうして…今? 二人の前に?

出逢った汽車… 輝く海
踊った夜… 彼女の傷も?
全て運命なのか?
二人は刻む歴史なのか?
“愛は時代を越えて生まれていた”… そうだろ?
~そして突然, 僕の視界に君の姿が飛び込んできた
君は沖へ沖へと向かっている
あんなにも傷付いた彼女が.
“碧い幻影”! あなたを求めて!~

深く沈む君を追いかけながら刻む鼓動
誰もいない闇へ向かう君が… 消えそう
それほど深く傷付いた心なのに
それほど深く愛しているのに
君が求めるあの人はもういないよ
細い腕をつかむ
* Justicia 離して! 行かせて! なぜ止めるの?
* Asphodel もうそれ以上傷付かなくていい
彼は僕の中を目覚めた!
僕は, 君が愛した”碧い幻影”として, この生涯を捧げよう
全て運命なのか? 二人が刻む歴史なのか?
“愛は時を越えて生まれていた”
*Asphodel~esprit~ なぜこっちを見つめる… 僕はほら, そこにいるよ…
君を強く抱きしめてる
*Asphodel 今, 君が見ているのはこの時代に生まれた僕の想い出
*Asphodel~esprit~ 寂しがらないで…
*Asphodel 僕自身は消えない!… 君を幸せにするのは僕しかないから
*Asphodel~esprit~ & Asphodel そうだろう?! … “碧い幻影”!!
サヨナラ僕の愛すべき運命の人
確かに僕はそこにいるけれど
愛は盲目 想い出も捨ててしまう
戸惑いもしないで
燃え尽きるまで離さない愛してるよ
魂は今, 碧く燃え上がる
輝く海を鳥達が羽ばたいてゆく
どこへ行くのだろう?
どこへ行くのだろう?

– – –

Desaparecendo com o mar do orgulho

Você é… eu? Você é… o passado?
Por que agora (está) diante de nós dois?

O trem no qual nos encontramos… O resplandecente mar
A noite na qual dançamos… E também a dor dela

Será tudo isso destino?
Será a história escrita para nós dois?
“O amor atravessou o tempo e veio a nascer”… Não é assim?

E então, de repente, diante de mim, surgiu a sua figura
Para o fundo, fundo do mar, você segue
Ela, magoada tão profundamente,
Oh, pálido fantasma! – (ela) busca por ti!

Enquanto busco por ti, que para o fundo submerge, (tenho) o coração pulsante
Tu segues para a escuridão onde não há ninguém… Pareces desaparecer

Um coração assim, ferido tão profundamente, mas
Ainda assim, tão profundamente, tu (o) amas
Aquele a quem procuras não existe mais
Eu seguro o teu fino pulso

Justicia: Solte-me! Deixe-me ir! Por que me impedes?
Asphodel: Tu não precisas se ferir ainda mais. Ele despertou dentro de mim! Eu, como o teu amado “pálido espírito”, irei sacrificar esta minha vida.

Será tudo destino?
Será a história escrita para nós dois?
“O amor atravessou o tempo e veio a nascer”…

Espírito de Asphodel: Por que olhas para cá?… Veja, eu estou aí… Abraçando-te forte.
Asphodel: Agora, tu olhas para a lembrança de mim mesmo, renascida neste tempo.
Espírito de Asphodel: Não te entristeças.
Asphodel: Eu não desaparecerei!… Pois apenas eu te farei feliz.
Espírito de Asphodel e Asphodel: Não é assim?… “Pálido espírito!”

Adeus, ó minha amada, a mim predestinada
Eu aí estou realmente, porém
O amor é cego – e até mesmo se desfaz das lembranças
Sem ao menos pestanejar

Até que se queime completamente não te deixarei ir, eu te amo
Minha alma agora queima ardente e pálida
Os pássaros batem suas asas através do resplandecente mar
Para onde será que vão?
Para onde será que vão?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s