Antes do sol

Ontem eu acordei antes do sol.
Os olhos se abriram de repente, encarando as cortinas fechadas. Ao meu lado, ele ainda dormia. Tudo lá fora dormia. Eu me senti uma intrusa, um bicho-papão nos sonhos de alguém.
Fiquei ali, imóvel, debaixo do edredom. O que vou fazer, acordando assim tão cedo? Como fazer o dia render, se eu só tenho um compromisso? Será que eu consigo já fazer um bolo? Será que me animo em sair para caminhar?
Pensei em ler, mas desisti. Pensei em ir para a sala e ligar a televisão, mas provavelmente não haveria nada interessante para assistir. Pensei em contar carneirinhos, aliens, Ripleys.
Aí o despertador tocou. Ele acordou, sonolento, quase um zumbi se arrastando até o banheiro.
A essa hora, eu já estaria no trabalho, pensei.
Respirei fundo, me espreguicei. Agarrei o travesseiro dele, sentindo seu cheiro me aconchegar a alma.
Sorri e me permiti ficar na cama até mais tarde.

Anúncios

Autor: Lis

A wicked witch.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s