A roda

roda

Na roda do tempo roda o rodamoinho da vida
a borda vivida se desfaz lívida
entorna no entorno adorno torto que se transborda
e roda, rodopia dentro de si, de mim, de nós
a roda do tempo revolve retorna ao início do fim
do início e enfim cai dentro da redoma de vidro
envidraçada pelos cacos da vida que na roda do tempo roda…

Anúncios

Autor: Lis

A wicked witch.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s