Hospício Nerd: os personagens mais insanos dos filmes (que eu já vi)

Desde janeiro passei a colaborar com uma página chamada Hospício Nerd que divulga notícias sobre filmes, séries e afins. Tem também o canal no Youtube com vídeos apresentados pelo Flávio, idealizador da página, no qual ele apresenta várias listas curiosas sobre personagens da ficção.

Inspirada pelo nome da página, eu resolvi fazer uma listinha dos

PERSONAGENS MAIS INSANOS DOS FILMES (QUE EU JÁ VI)!

E vai sem ordem mesmo, porque se é pra ser insano, vamos começar com o pé na porta:

+ Alex DeLarge
Filme: Laranja Mecânica (A Clockwork Orange), 1971
AtorMalcom McDowell
Sinopse: Em um futuro distópico, um delinquente juvenil muito carismático se diverte praticando crimes de ultraviolência com sua gangue. Infelizmente, ele é preso e participa de um experimento terapêutico de aversão à violência desenvolvido pelo governo para tentar resolver o problema da violência. Mas será que deu certo?

Resultado de imagem para alex delarge
E aí, droog! Vai leite?

Personagem: Admito que me apaixonei por Malcom McDowell neste filme e venho reiterando este amor platônico através dos anos. Aquele olhar alucinado, aquele jeito maroto travesso, os maneirismos, os neologismos, o visual… Tudo em Alex é supra na medida, sem ser exagerado. Eu consigo crer naquele jovem transviado andando por aí hoje em dia. O que me leva ao pensamento: será que já não estamos vivendo em um mundo distópico, cheio de ultraviolência e leite-com?

 

 

 

+ Hannibal Lecter
Filme: O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs), 1991
AtorAnthony Hopkins
Sinopse: Jovem cadete do FBI precisa confiar no julgamento de um psicopata assassino manipulador que irá ajudá-la a prender outro serial killer que tira a pele de suas vítimas.

Resultado de imagem para hannibal lecter
*arrepio*

Personagem: Se você não conhece Hannibal “the Cannibal” Lecter, você não viu Anthony Hopkins em toda a sua glória. Eu sinto medo dele só de lembrar da primeira cena em que a jovem Clarice Starling se aproxima de sua cela. Era a primeira vez que eu via uma cela com paredes de vidro, porque o cara é tão sinistro que precisa ser encarcerado em uma prisão especial. O Doutor Lecter – sim, doutor em Psiquiatria – prova que brilhantes mentes são as mais próximas da insanidade.
Originalmente é um personagem criado por Thomas Harris, aparecendo primeiro no romance Dragão Vermelho (1981). Ao todo, o doutor Lecter aparece em cinco livros. Estão na minha lista de leitura!

 

+ Jack Torrance
Filme: O Iluminado (The Shining), 1980
Ator: Jack Nicholson
Sinopse: Uma família parte para um hotel isolado nas montanhas durante o inverno, onde uma presença espiritual maligna influencia o pai a se tornar violento. Enquanto isso, o filho observa cenas tenebrosas do passado do local – e também do futuro.
Personagem: All work and no play makes Jack a dull boy.

 

+ Stansfield
Filme: O Profissional (The Professional), 1994
AtorGary Oldman
Sinopse: Mathilda, uma menina de 12 anos, é meio que adotada por um assassino profissional, León, após o assassinato de sua família. Eles criam um relacionalmento diferente e Mathilda torna-se sua protegida enquanto aprende a arte do assassinato.
Personagem: Eu não vou dizer nada sobre o Stansfield. Acho melhor que ele fale por si próprio:

Eu gosto desses pequenos momentos de calmaria antes da tempestade. Fazem-me lembrar de Beethoven. Você consegue ouvir? É quando você coloca sua cabeça na grama e consegue ouví-la crescendo e consegue ouvir os insetos. Você gosta de Beethoven?

 

+ O Coringa
Filme: Batman: O Cavaleiro das Trevas (Dark Night Rises), 2008
AtorHeath Ledger
Sinopse: Quando o Coringa inicia sua onda de destruição e caos em Gotham, o justiceiro encapuzado vai precisar passar por um dos maiores testes psicológicos à sua habilidade de lutar contra as injustiças.

Resultado de imagem para the joker heath ledger
Por que tão sério?

Personagem: Admito que a encarnação do Coringa pelo Heath Ledger não é a minha favorita. Desculpem-me, mas eu prefiro a versão do palhaço bufão feita por Jack Nicholson, ator fenomenal que praticamente interpreta a si mesmo e ganha prêmios por isso porque é foda. De qualquer forma, o Coringa que vimos em O Cavaleiro das Trevas é uma boa adaptação da faceta mais maquiavélica e psicótica do personagem que pudemos ver em A Piada Mortal, clássico dos quadrinhos escrito por Alan Moore e ilustrado por Brian Bolland. Ele não quer dinheiro, fama, prestígio, redenção. Ele só quer o caos.

 

+ Annie Wilkes
Filme: Louca Obsessão (Misery), 1990
AtrizKathy Bates 
Sinopse: Um famoso escritor é resgatado de um acidente de carro por uma grande fã de seus romances. Porém, ele percebe que os cuidados dessa fã são apenas o início de um pesadelo de abusos e restrições.

Resultado de imagem para annie wilkes kathy bates
Adoro Kathy Bates ❤

Personagem: Annie é uma fã totalmente obcecada pelas obras de seu autor favorito. Melhor dizendo, por uma determinada personagem a qual ela não quer que deixe de aparecer na série de romances do tal autor. Ela é tão, mas TÃO fanática que vai se dedicar a torturar física e psicologicamente o cara até que ele resolva escrever o novo livro conforme a sua vontade. Ser fã é legal, mas por favor, não seja a Annie. Sério. Não seja.
Baseada na obra Misery – Louca Obsessão, de Stephen King.

 

+ O Narrador/Tyler Durden
Filme
: O Clube da Luta (Fight Club), 1999
AtoresEdward Norton / Brad Pitt
Sinopse: Funcionário de firma com sérios problemas de insônia procura por um meio de mudar sua vida. Acaba se encontrando com um artesão de sabão porra-louca e os dois formam um clube de luta clandestino que na verdade está envolvido em algo muito maior.
Personagem: Lá se vão dezoito anos desde que conheci este cara que não é um, mas dois. Eu já gosto de praticamente qualquer coisa que o Edward Norton faça – principalmente quando é um personagem com o qual eu consiga me relacionar. No início do filme, conhecemos o Narrador num estado letárgico de praticamente sobrevivência, imerso num mundo de consumismo vazio, modismo, repetição e niilismo. No decorrer da história, vamos acompanhando enquanto ele se despe de amarras sociais, se libertando e destruindo ao mesmo tempo. É um filme para ver e rever periodicamente.
Baseado na obra O Clube da Luta, de Chuck Palahniuk.

 

+ Norman Bates
Filme: Psicose (Psycho), 1960
Ator: Anthony Perkins
Sinopse: Uma secretária de Phoenix passa a mão em 40 mil dólares de um cliente da empresa onde trabalha e foge com a grana. Acaba chegando a um hotel gerenciado por um jovem que é dominado pela mãe.
Personagem: Este trecho que encontrei sobre o Norman o resume bem:

Norman Bates vive uma psicose profunda, isso se pode observar através de seu olhar, gestos e principalmente pelas suas atitudes. A psiquiatria conceitua esse comportamento de dualidade como Despersonalização do Eu.

A autora do blog onde encontrei o perfil do Norman utiliza a psicologia freudiana para descrever sua personalidade, e fala justamente sobre o claro Complexo de Édipo que se faz soberano em tudo no filme. Recomendo a leitura 😉

 

+ Peyton Flanders
Filme: A Mão que Balança o Berço (The Hand that Rocks the Cradle), 1992
Atriz: Rebecca De Mornay
Sinopse: Após o suicídio de seu marido, a viúva amargurada acaba sofrendo um aborto. Ela inicia uma missão de vingança contra uma mulher e sua família.

Resultado de imagem para peyton flanders
Meu bebê!

Personagem: Começamos a história sem saber quem é realmente a Peyton. Ela parece ser a babá perfeita: encantadora, prestativa, bondosa… Até ir mostrando sua real personalidade pouco a pouco. Ela não quer apenas se vingar da mulher que, a seu ver, lhe roubou sua própria vida: ela quer vê-la no fundo do poço e ainda ficar com tudo o que ela tinha – marido e filha inclusos. Peyton é obsessiva e é capaz de tudo para conseguir seu objetivo.

 

+ Nina Sayers
Filme
: Cisne Negro (The Black Swan), 2010
Atriz: Natalie Portman
Sinopse: Dançarina dedicada ganha o papel principal de Cisne Negro, de Tchaikovsky. Porém, ela irá sofrer para tentar manter sua sanidade.
Personagem: A Nina é tão infantilizada e frágil que chega ao ponto de ser irritante… Mas logo no início do filme vamos vendo as razões para ela ser como é: a pressão que sofre da mãe, as coceiras, as manias, a esquizofrenia. Natalie Portman dedicou-se a fundo neste papel e conseguiu representar o Cisne Branco e o Negro com maestria.

 

+ Norma Desmond
Filme
: Crepúsculo dos Deuses (Sunset Boulevard), 1950
Atriz: Gloria Swanson
Sinopse: Roteirista é contratado para trabalhar em um roteiro de uma antiga estrela do cinema mudo. Mas ele acaba desenvolvendo um perigoso relacionamento.
Personagem: Norma é o seu passado. Ela não quer se libertar da sombra que já foi e se recusa a admirar o futuro. Ela está envolvida demais com o seu próprio ego para enxergar um palmo diante do nariz. E a cena final é simplesmente divina.

 

+ Esther
Filme: A Órfã (The Orphan), 2009
Atriz: Isabelle Fuhrman
Sinopse: Casal perde filho biológico e após esse trauma, resolve adotar uma menina de nove anos de idade – mas ela não é bem o que parece.
Personagem: Não consigo explicar sobre a Esther. Ela é muito complexa. Uma personagem doente patologicamente, assassina, manipulativa, ciumenta, possessiva. Eu adoro esse filme.

Anúncios

Autor: Lis

I'm a changeling, see me change.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s