Meu caro amigo, estou de férias

feriasEstou de férias.

Recomendo a todo mundo tirar férias sempre que possível.

Já foram ver Bacurau? Por favor, vão ver Bacurau. Que filme.

Tomar um banho de mar faz bem. Limpa a alma, ativa a serotonina, repõe a melanina. E beber uma cerveja gelada de frente pro mar é bom também.

No final das contas, o que precisamos decidir é o que a gente faz com o tempo que nos foi concedido. Tolkien me ensinou isso.

Falando em livros: terminei Jantar Secreto, do Raphael Montes. Roteiro surpreendente, não caiu no lugar comum. Final inesperado. No mesmo dia, saí para jantar um belo filé mignon mal passado.

Vocês gostam de Star Trek? Pois recomendo o podcast Frequências Abertas, que é um spin-off do famoso É Pau, É Pedra. Pra quem não sabe o que é podcast: é um programa de rádio pela internet. Neste caso, um grupo de fãs da franquia Jornada nas Estrelas se reúne para comentar sobre as séries e os filmes, dando pitaco, mandando informação e falando groselha. Inclusive eu participei de uma gravação e, pelo visto, fui aceita pelo grupo e devo participar mais vezes.

Ah: spin-off é tipo um puxadinho, um agregado. Enfim.

Mesmo assim, na vida mansa, tenho lido as notícias. Essa é a pior parte do dia.

Bem, estou de férias. Pensando na vida. Repensando. Recalculando.

Enquanto isso, fiquem com uma musiquinha para relaxar.


Meu caro amigo, me perdoe, por favor
Se eu não lhe faço uma visita
Mas como agora apareceu um portador
Mando notícias nessa fita

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate o sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

Muita mutreta pra levar a situação
Que a gente vai levando de teimoso e de pirraça
E a gente vai tomando que também sem a cachaça
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo, eu não pretendo provocar
Nem atiçar suas saudades
Mas acontece que não posso me furtar
A lhe contar as novidades

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate o sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

É pirueta pra cavar o ganha-pão
Que a gente vai cavando só de birra, só de sarro
E a gente vai fumando que, também, sem um cigarro
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo, eu quis até telefonar
Mas a tarifa não tem graça
Eu ando aflito pra fazer você ficar
A par de tudo que se passa

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate o sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

Muita careta pra engolir a transação
Que a gente tá engolindo cada sapo no caminho
E a gente vai se amando que, também, sem um carinho
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo, eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se me permitem, vou tentar lhe remeter
Notícias frescas nesse disco

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate o sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

A Marieta manda um beijo para os seus
Um beijo na família, na Cecília e nas crianças
O Francis aproveita pra também mandar lembranças
A todo o pessoal
Adeus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s