Amor de Carnaval

Amor de Carnaval é assim Pula, balança, batom carmim Sapeca iá-iá, vem meu beija-flor Um dia chega Quarta de Cinzas: Varrer o chão, lavar os copos Tirar a fantasia e a purpurina Você não quis Eu continuei Colombina Mas esta carne não é só de Carnaval Meu coração é igual.

Dores, amores

O primeiro amor foi uma facada no peito Uma ferida aberta na água salgada A embriaguez etérea, a ressaca O retorno do boêmio ao bar Inefável, infalível pedestal E quando acabou, tu juravas que morreria Que não haveria outro dia - Mas o dia veio. O segundo amor foi um estilhaço de vidro Curando aquela … Continue lendo Dores, amores

Espelho

Clarisse está aqui me fazendo companhia. O cheiro de cigarro de canela envolve sua imagem enquanto ela se serve de mais uma xícara de café. _ Você sabe o que devia estar fazendo, né. _ Sim - respondo. _ E mesmo assim não vai fazer? _ Não tô com cabeça pra isso hoje. _ É … Continue lendo Espelho