All flowers in time bend towards the sun

O vento me beijou o rosto e eu estremeci. Nove graus. Esta foi a noite mais fria este ano, disse o motorista do táxi. As ruas me eram familiares e ao mesmo tempo alienígenas. A padaria estava no mesmo lugar. A farmácia na esquina havia fechado. Na porta do banco, duas pessoas dormiam. Caminhando pela … Continue lendo All flowers in time bend towards the sun

Anúncios

Cocco – Utsukushii hibi

Garimpando na minha pasta de Escritos e Traduções, achei essa pérola da Cocco. A música você ouve aqui. 美しい日々 望まれてもないのに 殺されもしなかった 部屋の外に出たけど 立ち尽くすだけだった 育てた花でさえ わたしなしで生きてる お水は要らないの? 雨を飲んで 空を向いて 口を閉ざし 途方に暮れる わたしは 想う 真面じゃない腕で 膝を抱えながら いつまで いつまで あなたを 守れる? いつまで いつまで こうして あなたと わたしの赤い声は あなたの肉となった 今と足跡なんか 正しくつなげないけど 途切れることはなく 続いていくという事 あなたは知らないの その先には 未だ見ぬ夢 罪を背負い 海に出る道 それでも逝くだろう あなたを残して … Continue lendo Cocco – Utsukushii hibi

Vermelho

O batom que desenha a minha boca Unhas carmesim na ponta dos meus dedos Bandeiras e longas noites A porta que se quer pintar de preto A dama Ela sonha em cores, ela sonha em vermelho Uma casa branca em uma praça vermelha A foice e o martelo A revolução O não.

Weekend warrior

Em alguns momentos, a gente olha pela janela e tenta colocar todos os acontecimentos de nossa vida em perspectiva. É como se cada fato importante passasse diante de nossos olhos e a gente fosse percebendo os motivos, as falhas, os acertos, as oportunidades aproveitadas - ou desperdiçadas. Isso costuma acontecer comigo todo dia de manhã, … Continue lendo Weekend warrior